Poesia "Palidez desejada" sobre os estudos de CLOWN

Palidez desejada, cara como folha em branco pronta pra ser rabiscada, investigada com os registros, os rabiscos são sufixos desse agora; meu cantar vaza pelo escuro, clareia a noite e não vai embora.

Os rabiscos são gestos desse novo rosto em pele antiga, pele contemporânea com espinhas, cada olhar traçam linhas, o foco é o outro em nós.

O ponto vermelho é o centro de toda manifestação ambigua, discreta e esfuziante ao mesmo tempo, pois é tempo do monumento teatral fazer valer a existencia humana.

Tiago Ortaet®


Para comentar essa matéria clique no link abaixo "0 comentários"

VEJA TAMBÉM

0 comentários