A mudança começa por voc... pelo CABELO !

E como pode perceber, já tivemos aqui no blog o "post da semana" mas nem por isso deixarei de escrever. Só porque M de mudança conversa com ideias comuns em nosso dia a dia, trazendo à tona tudo aquilo que nos assusta relacionado ao que fará a diferença.

Pois não precisaremos ir muito longe para descobrirmos isso. Acesse seu facebook, e verás. O que tem de eventos relacionados a: Um dia sem o canal tal, ou ainda: Junte-se a nós para mudar o país, não dá para contar nos dedos. São amigos de amigos de amigos de amigos de amigos de amigos de amigos de amigos que criam o tal evento na rede social e a informação vai sendo disseminada por entre os lugares e pessoas e ideias. Tudo isso para que? Para mudar o mundo. Mas mudará?

Mudar o mundo é utopia? Não, mas quem sabe a vida é uma utopia. E se a vida como um todo é uma utopia, então mudar o mundo também é utopia. Não dá para explicar o óbvio, portanto, ou você leitor imagina, ou não. E se não imaginar, caro amigo, eu não posso lhe ajudar.

Se a vida é uma utopia, então a mudança é apenas uma reflexão dos nossos sentidos que nos fazem acreditar que a mudança existe [Perdão pela forma grotesca e errônea que cito o filósofo Parmênides]. 

Considerando que a mudança pode muito bem não existir, logo, faremos a diferença? Mudaremos o mundo? Mudar o mundo? Meu amigo, se mudar o cabelo já é difícil, que dirá mudar o mundo.

É impossível? Erra, caro leitor, se acredita que digo isso. Sou uma sonhadora de plantão, confio na humanidade e no poder que esta exerce no mundo. Acredito que a mudança pode ser real, mesmo que apenas para nossos sentidos e que alguma coisa pode acontecer. Mas o mundo? O mundo é outra história. Como diria aquela música de Kansas, "Everything is dust in the wind". Tudo. Seja lá os humanos, ou o dinheiro dos humanos, ou a música dos humanos, tudo é poeira no vento. T-u-d-o. 

Esse espírito de mudança percorre-nos com garra, uma vez que muitos desacreditam que a mudança no mundo, ou no país, tenha chances de funcionar. A mudança e a indignação pode não mudar o mundo, mas muda a gente. 

E se você acredita que o seu mundo pode ser diferente, só com você acreditando que o mundo jamais vai mudar, e que a tendência é ir de mal a pior, para você eu digo: Corte o cabelo. Mude! Uma sensação incrível lhe percorrerá as veias. Falo porque sinto isso, nesse exato momento. Talvez a raiva, de você ter "jogado fora" todos aqueles fios de cabelo, seja misturada com um sentimento de mudança, de diferença. Diferença em você mesmo.

Se você é daqueles que acredita não mudar o mundo, pois bem, mude o cabelo. O cabelo é a forma mais preciosa de se entender a mudança. O seu cabelo cresce, uma hora volta tudo a ser como era antes, se isso acontecerá com o governo, ou o mundo, deixo ao leitor a decisão. Mas que o cabelo provoca alguma coisa dentro de você, isso provoca. 

A mudança começa EM você. 

VEJA TAMBÉM

0 comentários