EDUCAÇÃO ESTÉTICA NO MEMORIAL DA AMÉRICA LATINA - Professor Tiago Ortaet 2015

EDUCAÇÃO ESTÉTICA - ATO BRASIL 2015

Atualizado: na quinta
São Paulo recebeu evento internacional em prol da solidariedade na educação

Iniciativa promoveu encontro de artistas, educadores, alunos e ONGS na busca de criar um dicionário de sons, imagens e coreografias. Ato brasileiro foi realizado no Memorial da América Latina.

O evento faz parte de uma iniciativa internacional que engloba 10 países nos 5 continentes e que visa a construção de uma enciclopédia mundial de imagens estáticas, dinâmicas e sons com base nas diretrizes e objetivos da UNESCO para a Educação do Século XXI. Através da valorização da imagem, da poesia, da metáfora, dos sons e de movimentos, o objetivo é a promoção de valores para um futuro sustentável.

Os resultados das performances realizadas ao redor do mundo serão adicionados ao banco de dados do projeto, coordenado pela Professora Teresa Eça, da Faculdade de Belas Artes do Porto e presidente da InSEA (International Society for Education through Art), Professora Angela Saldanha, da APECV (Associação de Professores de Comunicação e Expressão Visual, em Portugal) e Fernanda Macahiba, Professora- colaboradora e arte-educadora da Universidade Estadual de Campinas e líder do grupo de pesquisa em Educação Estética do CNPq. O objetivo é compartilhar o dicionário de sons, imagens dinâmicas e estáticas nos diversos continentes do globo. “Nossa ideia é explorar os aspectos universais da arte para promover um conjunto significativo de sons, imagens e movimentos que possam valorizar as diferentes culturas ao redor do globo”, explica Macahiba, coordenadora do grupo brasileiro na iniciativa, que conta com a parceria da arte-educadora Ana Amalia Barbosa.

Os participantes puderam recriar os famosos parangolés deHélio Oiticica e participar de uma performance ao redor da escultura Mão de Oscar Niemeyer. A coreografia foi coordenada pela pesquisadora e bailarina Vivian Vinha. O evento também contou com a apresentação do coral femininoGrupo Beija-fulô e a Trupe Ortaética de Tiago Ortaet, que executou exercícios cênicos e experimentações corporais. FOTOS by Rodrigo Marcelo

VEJA TAMBÉM

0 comentários