Não tenha pressa, mas não perca tempo ! O paradoxo da vida moderna

Conversa filosófica não necessita de introdução. Apenas citarei algumas palavras de um dos filósofos desconhecidos (também conhecido pelo nome: Eduardo Felipe), para criar o diálogo a seguir:

"Não tenhamos pressa, mas não percamos tempo..." José Saramago (e essa simples frase, dá início a conversa):

Eduardo Felipe: Concordo!!! Não tenhamos pressa...


Fernanda Rodrigues: Concordo!!! Mas não percamos tempo... 


E.F: É, mas sem pressa...


F.R: Sim, Claro.. Mas sem perder tempo 


F.R: Uma das coisas mais difíceis para mim, é não ter pressa. Essa história de fazer tudo correndo não funciona muito não!


E.F: Sim, mas acho que não devemos perder tempo!!!


F.R: Mas sem pressa!


E.F: É, mas se não tiver pressa, perderemos tempo...


M.F: (desconhecida no bate papo até o exato momento)  é, também prefiro não perder tempo


E.F: Mas sem pressa...


F.R: Mas sem perder tempo! 


F.R:Falou em não perder tempo ta falando de mim! 


E.F: Mas então a senhorita está com pressa???


F.R: Não não. Estou tentando só não perder tempo!


F.R:Mas sem pressa!


E.F: Mas agora eu estou com pressa!!!


F.R: Não não. Estamos só não querendo perder tempo!


Caro leitor, tire você mesmo, as conclusões que bem entender ! 

VEJA TAMBÉM

0 comentários